terça-feira, 10 de julho de 2012

Psicólogo ministra palestra sobre assédio moral para Auditores-Fiscais em BH


A mobilização dos Auditores-Fiscais da DS BH continua e a categoria tem participado ativamente de inúmeras atividades relacionadas à campanha salarial 2012. Nesta sexta-feira, 6 de julho, os Auditores-Fiscais lotaram o auditório da DRF-BH (Delegacia da Receita Federal do Brasil em Belo Horizonte) para assistir à palestra “Assédio Moral e Saúde no Trabalho”, do psicólogo e jornalista, Arthur Lobato. O psicólogo já ministrou palestra semelhante no auditório da Inspetoria da RFB em Confins, no dia 9 de maio, Dia de Mobilização de Advertência. Mais de 110 Auditores-Fiscais participaram do evento em Belo Horizonte.

Segundo Arthur Lobato o assédio moral é um conjunto de práticas perversas, humilhantes, constrangedoras, exercidas com intencionalidade de prejudicar um ou mais trabalhadores através de ações sistematizadas. O assediado se cala sobre as injustiças, adoece lentamente e sente-se impotente para reagir. Na relação de poder hierárquico que geralmente existe entre o assediado e o assediador, este ainda convive com a complacência da direção da organização em coibir estes fatos. Os assediadores geralmente são pessoas que ocupam cargos de chefias, ou incentivados por chefias, já que o poder da chefia cria relações assimétricas nas relações de trabalho. Este tipo de assedio é vertical. Há também o horizontal (entre colegas), e o mais raro, que é praticado por funcionários contra chefes.

“O assédio moral é um ‘mal invisível’ nas organizações, que causa impactos negativos sobre a saúde do trabalhador e traz prejuízos à própria instituição”, afirmou Lobato. Tal prática costuma ser sentida pelos trabalhadores por meio de cobranças excessivas de metas, humilhações, injustiças, violência moral, dentre outras práticas que ferem a sua autoestima e a dignidade do trabalhador. As consequências, de acordo com o palestrante, podem chegar ao suicídio do trabalhador que se sente prejudicado e não conta com o apoio da instituição.
O palestrante informou que a série de atos maliciosos diagnosticadas como assédio moral no serviço público levam o servidor à incapacidade laboral, fazendo com que o mesmo fique isolado e necessite de licenças médicas. Atualmente, 80% das licenças médicas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) são motivadas por depressão.

As vítimas de assédio moral, sejam em empresas públicas ou privadas, normalmente sofrem impactos traumáticos que as deixam fragilizadas e, a partir daí, desenvolvem problemas como síndrome do pânico, depressão, tristeza, desânimo, vontade de chorar frequente, uso de medicamentos antidepressivos, absenteísmo (falta constante no trabalho), presenteísmo (presença excessiva no trabalho por medo de perdê-lo), stress, insônia, ansiedade, esgotamento físico e psíquico, cansaço, queda da produtividade, falta de motivação, dentre outros. As vítimas, muitas vezes, também acabam desenvolvendo sede de vingança contra os assediadores.

Lobato reconheceu a importância da mobilização dos Auditores-Fiscais iniciada em 18 de junho. Segundo ele nos últimos anos os servidores estão sofrendo com o processo de transformação do serviço público, que passa a ter metas e cobranças excessivas por produtividade. Com isso, eles têm perdido muitos de seus direitos já conquistados.

“Somente através da organização sindical é que os trabalhadores terão condições de reivindicar não só melhorias nas condições de trabalho, mas eles poderão interferir no ambiente de trabalho da instituição. Nessa visão, o servidor deve pleitear um novo modelo organizacional, que não adoeça o trabalhador e o deixe incapacitado, e é função do sindicato atuar junto ao servidor nesse momento”, concluiu o palestrante.

À tarde o presidente da DS BH, Luiz Sérgio Fonseca Soares, esteve na DRF-Contagem participando de reunião preparatória para a Assembleia Geral da próxima semana. Atendendo a pedidos de filiados, a palestra “Assédio Moral e Saúde do Trabalho” será ministrada também na DRF-Contagem na próxima terça-feira, 10, às 14 horas.
Assessoria de Comunicação DS BH Sindifisco Nacional

Um comentário:

Assediados disse...

Conheça e faça parte do blog “Assediados”.
www.assediados.com
Um espaço onde vítimas de assédio ou dano moral podem relatar suas histórias, compartilhar experiências, e buscar caminhos para tornar o ambiente de trabalho um espaço seguro, onde seres humanos sejam tratados com o respeito e a dignidade que merecem. Um espaço onde você encontrará informações atualizadas sobre Assédio Moral no trabalho.
"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"